Blogs Portugal

Siga por Email

Sinopse: Num trono de vidro, governa um rei com punho de ferro e alma tão negra como o breu. Celaena Sardothien, a Assassina de Adarlan venceu uma competição violenta e tornou-se no seu campeão. No entanto, Celaena está longe de ser leal à Coroa. Ela faz a sua vigilância em segredo; sabe que o homem a quem serve está vergado ao mal. 
Manter esta encenação mortífera torna-se cada vez mais difícil quando Celaena se apercebe de que não é a única à procura de justiça. Ao tentar desvendar os mistérios enterrados no coração do castelo de vidro, a sua relação com as pessoas que lhe são mais próximas sofre com isso. Aparentemente, todos questionam a sua lealdade - Dorian, o príncipe herdeiro; Chaol, o capitão da Guarda; e até mesmo Nehemia, a sua melhor amiga, princesa de um reino distante e com um coração rebelde. 
Mas numa terrível noite, os segredos que todos eles têm guardado conduzem-nos a uma tragédia indescritível. O mundo de Celaena é destruído e ela é forçada a abdicar daquilo que considera mais precioso e a decidir de uma vez por todas onde está assente a sua verdadeira lealdade... e por quem está disposta a lutar. 

Book Trailer: 

OpiniãoTrono de Vidro foi um dos meus livros favoritos do ano 2015. A história de Celaena Sardothien, a Assassina de Adarlan convenceu-me no espaço de cinco páginas - não foi preciso muito. Depressa comecei a familiarizar-me com as obras de Sarah J Maas, pelo que quando foi anunciado que a Coroa da Meia-Noite ia ser, finalmente, publicado para português, os ânimos levantaram novamente porque fiz um esforço - imenso - para me manter à distância de qualquer tipo de conhecimento dos livros seguintes, já publicados em inglês.
Ao contrário do que acontece em Trono de Vidro onde o desenrolar da acção se baseia única e exclusivamente na escolha do campeão do rei, uma espécie de Torneiro dos Três Feiticeiros, mais sangrento e mortal, não há exactamente espaço para mostrar o porquê de Celaena ser considerada uma das maiores assassinas, no entanto, em Coroa da Meia-Noite isso evidencia-se não uma, mas várias vezes. A determinação quase possessão com que a protagonista age após determinadas emoções é quase animalesca e, ao ler essas passagens compreendo o seu cognome e o porquê de ela ser tão temida no continente.
Na minha opinião do primeiro volume referi que era a primeira vez em muito tempo que me deixava levar por uma personagem que acaba por ser única no seu maneirismo, no entanto, apercebi-me de que Sarah J Maas criou também uma protagonista que não se revelou imediatamente ao leitor. Não é uma questão de não saber, de alguém lhe mencionar a verdade da sua existência, mas sim de não querer propositadamente dar-se a conhecer a esse ponto até ser realmente necessário. Até mesmo em Coroa da Meia-Noite, o nosso conhecimento da protagonista, os seus objectivos continuam rodeados por um nevoeiro que ainda não somos capazes de atravessar, não totalmente e essa forma de escrita e de "story-telling" é viciante porque conhecemos a personagem, conhecemos os seus medos e as suas vontades mas o seu passado permanece intocável, embora neste segundo livro tenha levantado um pouco do véu que rodeia a assassina.
Mas, à semelhança do que aconteceu com o primeiro volume, Coroa da Meia-Noite foi numa direcção óbvia e o conhecimento de determinados factores pareceu-me exageradamente demorada. A magia é igualmente diferente mas, por alguma razão, não foi uma das minhas coisas favoritas e o conceito óbvio das Wyrdkeys e Wyrdgates não me fascinou por aí além. O que me moveu, mais uma vez, foi o enredo e as personagens, mesmo aquelas que ainda não conhecemos. Depois do primeiro livro, onde as apresentações já foram feitas, conhecer o passado e as motivações e sentimentos de Chaol e de Dorian foi algo que gostei bastante. Eles fazem, com Celaena, um trio interessante e poderoso e mal posso esperar para ver que caminho a vida de cada um deles vai tomar.
Outros títulos da colecção
*Trono de Vidro
*Coroa da Meia-Noite 
*Heir of Fire 
*Queen of Shadows
*Empire of Storms 
*Throne of Glass #6

*The Assassin's Blade

Outros livros da autora
*A Court of Thorns and Roses
*A Court of Mist and Fury (03/05/2016)
*A Court of Thorns and Roses #3


Deixe um comentário

Tens uma opinião? 3,2,1 GO