Sinopse: AVC do Amor é um texto de ficção, baseado na realidade e que relata, de uma forma “leve”, não espiritual e alegre a rotina diária de uma paralisia causada por um AVC. Neste texto, o autor, ele próprio tetraplégico, faz um relato muito verosímil e realista dessa condição, misturando-o com grandes paixões, com uma viagem a outra dimensão e com alguns episódios ligeiramente humorísticos. Com várias histórias, AVC do Amor conta-nos alguns eventos passados na adolescência e na vida adulta de Rodrigo. Personagem principal que se recusa a acreditar no AVC e que, com a pertinência das suas questões, leva o leitor a duvidar da sua condição de tetraplégico. O autor guarda segredo da sua condição e nunca revela se está mesmo tetraplégico, deixando essa decisão ao leitor.  O texto percorre várias fases da vida de Rodrigo, personagem usado para o autor reflectir sobre os múltiplos assuntos que o apoquentam negativa ou positivamente.  É uma obra desconcertante que provocará, de certeza, múltiplos sentimentos conforme o estado de espírito de cada leitor.

OpiniãoSou a primeira a dizer que não estava, minimamente familiarizada com o trabalho do autor, no entanto, foi-me dada a oportunidade, pelo próprio, de divulgar o seu trabalho e pude lê-lo. É uma leitura muito rápida, com capítulos pequenos e uma escrita fácil. Fácil. Usar essa palavra não me parece correcto mas sim, foi de uma facilidade tremenda entrar de alma e coração na história.
Começo por dizer que, não esperava gostar. Sou honesta. Não é o tipo de livros que goste, diria eu noutra altura qualquer. Mas, haverá realmente um tipo? Dei por mim completamente imersa, embora, confesse, dispensasse alguns capítulos. Não, por não serem de qualidade, mas porque não acrescentaram nada, nem sequer uma aproximação com o leitor - no meu caso.
AVC do Amor começa de forma brilhante e posso dizer que cativou-me do início ao fim. E sim, é uma obra desconcertante e que provoca vários tipos de emoções. Isso confirma-se. Ri-me. Enfureci-me. Entristeci-me. É mais um daqueles livros de capítulos pequenos, de poucas páginas, mas que condensa de forma perfeita a sua essência, à semelhança de Quando Éramos Mentirosos ou Sonha e Teme. São livros que me consomem por dentro, emocionalmente. Adoro.
O que mais gostei foi, sem dúvida, o à vontade do autor. Como leitora, senti-me imediatamente familiarizada com o narrador há, num estalar de dedos, o desejo de saber mais, não só sobre a sua condição, mas sobre as personagens/pessoas que o rodeiam desde as enfermeiras, aos amigos e às paixões. E, embora houvesse passagens com as quais não sentia qualquer tipo de ligação - não por ser insensível, mas devido ao teor da "conversa" - há capítulos de cortar a respiração, há verdades incontestáveis sobre o que deve ser realmente importante. AVC do Amor faz-nos pensar.
No entanto, há um sentimento de dúvida, como a sinopse refere. Enquanto leitora dei por mim a questionar imenso e o próprio narrador afirma: eu posso estar a mentir; cabe a cada leitor tirar as suas próprias conclusões. AVC do Amor é um livro que não deixo de aconselhar.

50% do lucro da venda deste livro reverte a favor da Associação Salvador
Encomendas para o e-mail: luisfdsabreu@gmail.com
Outros títulos do autor, a título individual: 
*Insónia 
*Fragmentário
*Muros e Amor


2 Comentários

  1. O livro é maravilhoso!!! Comprem e leiam e confirmem vcs mesmos!!! Fantástico!!!

    ResponderExcluir

Tens uma opinião? 3,2,1 GO